Cautela com a aplicação de botox no pescoço

DAA021000251

Recentemente, o rejuvenescimento do pescoço ganhou “outra arma”: injeções de botox. “O alvo das injeções é o platisma, um músculo bilateral que desce da mandíbula até a saboneteira, a depressão cercada de ossos logo abaixo do pescoço. À medida em que a idade avança, o platisma salta à vista e ainda puxa mais para baixo a pele já flácida do contorno do rosto, formando a papada pregueada”, explica Ruben Penteado. A aplicação de botox numa área triangular, bem no centro do músculo, faz com que ele relaxe. Sem tração, as pregas do pescoço se suavizam e a região logo abaixo da mandíbula se eleva. O tratamento vem sendo vendido como ‘uma alternativa temporária à plástica tradicional’. “Esta região, no entanto, é uma área delicada, onde uma aplicação malfeita de botox pode causar alterações da sensibilidade e problemas motores, como dificuldade de engolir, por exemplo. Sem falar no risco do rosto ficar mais puxado de um lado que do outro… É sempre bom ouvir muitos especialistas antes de decidir…”, alerta o médico.

About these ads

Um pensamento sobre “Cautela com a aplicação de botox no pescoço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s